Dono de lanchonete deve pagar R$ 5 mil após ofender cliente que reclamou de falta de itens em vitamina

A Justiça do Acre condenou o proprietário de uma lanchonete no Centro de Rio Branco, a pagar R$ 5 mil por danos morais a Jeilson da Silva Mendonça. O cliente reclamou da falta de itens em uma vitamina comprada no local e, depois disso, o dono teria ido até o trabalho dele, gritado com ele na frente de colegas de trabalho e ordenado que nunca mais retornasse à lanchonete.

Ao G1, Jairo Paulo, proprietário da lanchonete, disse que estava ciente da sentença, mas não iria comentar o caso. A decisão foi publicada no Diário da Justiça no último dia 26 de maio e ainda cabe recurso.

O advogado de Mendonça, Roberto Sá, relatou que o caso ocorreu no início do ano quando o cliente foi até o estabelecimento e pediu uma vitamina especial com 19 ingredientes, mas a bebida teria sido entregue incompleta.

“O rapaz trabalha perto da lanchonete e ia lá todos os sábados para tomar uma super vitamina. Nesse dia reclamou para a atendente, pagou e foi embora. Quando chegou no local de trabalho o dono também apareceu aos gritos. O homem estava atendendo uma pessoa, o gerente dele viu e teve que intervir pois a situação gerou tumulto e temiam as vias de fato”, relata.

Na sentença, o juiz de Direito Giordane Dourado disse que houve ocorrência das ofensas verbais contra Mendonça e que na audiência de instrução e julgamento um colega de trabalho dele foi testemunha e confirmou a versão dada pelo cliente. O proprietário não compareceu na audiência.

O juiz entendeu que houve fundamentos suficientes para comprovar que Mendonça passou por vexame e humilhação.

Fonte: g1/ac

Painel Político, é um blog de notícias de Rondônia, com informações sobre política regional, nacional, economia, jurídico e variedades. Siga-nos nas redes sociais, visite-nos diariamente e fique sempre bem informado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *