EI recruta “crianças soldados” a partir de 9 anos para a guerra

Militantes do Estado Islâmica bateram na porta de famílias da cidade de Hammam al-Alil em “recrutamento” especialmente de meninos

Os militantes do Estado Islâmico começaram a recrutar “crianças soldados” para lutarem na guerra contra as tropas que tentam retomar o controle da cidade de Mossul. A informação foi divulgada nesta sexta-feira (4) pela porta-voz de direitos humanos da ONU, Ravina Shandasani, segundo publicou o G1.

O recrutamento aconteceu na cidade de Hamman al-Alil e as crianças seriam levadas para o front em Mossul. De acordo com Ravina, a preferência é de meninos, especialmente acima de 9 anos. As famílias que não obedecem foram ameaçadas de punições severas.

Cerca de 150 famílias também foram levadas da mesma localidade para servirem de escudo humano contra ataques aéreos em Mossul.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *