Em Rondônia, mesmo com liminar, criança com doença rara aguarda tratamento

Através de uma ação entre amigos foi possível conseguir uma vaga no Hospital Evangélico de Curitiba, no estado do Paraná

O drama envolvendo a família do pequeno Josué, uma criança que sofre de síndrome hemofagocítica, chamou a atenção da sociedade e mobilizou internautas em todo o estado de Rondônia.

A criança está internada no complexo hospitalar estadual em Porto Velho e necessita urgentemente de atendimento clinico especializado fora do estado de Rondônia, onde ainda não existe suporte necessário para garantir a saúde do menino.

Através de uma ação entre amigos foi possível conseguir uma vaga no Hospital Evangélico de Curitiba, no estado do Paraná, porém a falta de recursos da família fez com que eles procurassem o apoio dos órgãos responsáveis por essas iniciativas.

Para que as autoridades públicas se atentassem ao caso foi necessário a impetração de uma ação que culminou com uma liminar deferida pela Justiça Federal onde obriga que o pequeno seja transferido para uma unidade de saúde competente ao seu caso clinico, fosse ela pública ou privada, dentro ou fora do estado.

Porém, mesmo com a liminar em mãos os pais do pequeno Josué continuam aguardando a transferência de seu filho, que de acordo com o último laudo médico expedido aos familiares aponta que seu quadro de saúde se agrava a cada dia e que ele precisa do início do seu tratamento em caráter de urgência.

Até o momento parece essa situação parece não importar as autoridades responsáveis em atender a liminar e o jovem continua correndo risco de perder a vida devido à essa morosidade.

O tratamento de Josué pode se enquadrar no sistema TFD (Tratamento Fora do Domicilio), criado justamente para atender esse tipo de demanda.

Rondoniaovivo

Anúncios
Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Participe do debate. Deixe seu comentário