Embriagado, homem agride esposa com bebê no colo e a criança morreu

Caso ocorreu na cidade de Casa Nova, norte da Bahia, no domingo (4)

“Minha filha morreu. Terminei morrendo junto com ela”. É o que diz a mãe de Anny Caroline Santos de Andrade, de apenas um mês e doze dias, que morreu no domingo (4), na cidade de Casa Nova, região norte da Bahia.

A mulher, que prefere não ser identificada, denunciou à polícia que a criança morreu após ser machucada pelo pai, Antônio Izequiel Leite, quando a bebê estava no colo dela. A mãe diz que foi agredida no sábado (3) e a criança apareceu morta no domingo.

“Ele chegou agressivo, como sempre, bebendo, e já chegou batendo. Entende? Aí eu [disse]: pare de me bater que a menina está no braço. [E ele]: não, não, não”, relata a mãe. A mulher acredita que um dos socos pode ter atingido a cabeça da criança e causado a morte.

A perícia do Instituto Médico Legal (IML) ainda não apontou a causa da morte do bebê, que foi enterrado no domingo. Depois da agressão, o pai da criança não foi localizado.

A mulher morava com o marido no bairro Vila Maçu. Ela esteve no domingo na delegacia de Juazeiro para fazer exame de corpo de delito, com marcas de violência no rosto. O casal estava junto há cinco anos e, segundo a mulher, ele já tinha comportamento agressivo quando ingeria bebida alcoólica.

Anúncios
Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Participe do debate. Deixe seu comentário