Empresa de Ouro Preto vai administrar rodoviária de Porto Velho

O terminal rodoviário de Porto Velho é um problema sério há anos, devido a uma série de irregularidades, a começar pelo terreno onde está construído. O imóvel pertence a um advogado que luta há mais de 20 anos na justiça para receber uma indenização do município. Ocorre que os terminais rodoviários são de responsabilidade dos estados e o governo de Rondônia, ainda na gestão do ex-prefeito Roberto Sobrinho assinou um convênio para fazer uma reforma no prédio, que nunca aconteceu.

Para complicar ainda mais a situação, em março deste ano o DER resolveu licitar uma empresa que ficará responsável pela administração do terminal, e a vencedora da licitação foi a Administradora Silvestre LTDA, de Ouro Preto do Oeste, que administra o terminal rodoviário daquela cidade e de várias outras pelo Estado. Em Ouro Preto, porém, a população reclama do alto preço cobrado pela “taxa de manutenção” que é de R$ 1,50. Em Porto Velho, a empresa ganhou apresentando uma taxa de R$ 1,47, “essa empresa é ligada ao pessoal da Eucatur. As chaves do banheiro ficam no guichê da Eucatur, tanto aqui em Ouro Preto quanto nos demais municípios”, disse um morador que prefere não se identificar.

Em Porto Velho os comerciantes que antes pagavam uma taxa de cerca de R$ 200 reais, já foram comunicados sobre os novos valores, que atingem cerca de R$ 1.400 a R$ 2.500 por mês para quem quiser permanecer no terminal, “eles chegam e falam logo que quem quiser ficar vai ter que pagar, do contrário pode arrumar as coisas e ir embora”, declarou uma comerciante que está avaliando se vale a pena permanecer.

De acordo com o contrato, a empresa ficará responsável pela administração do terminal de Porto Velho por um período de 10 anos e poderá aplicar os reajustes que considerar necessários.

 

Anúncios
Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Participe do debate. Deixe seu comentário