Empresário é preso pela segunda vez aliciando menores para sexo

Preso em fevereiro de 2013 durante a Operação Lâmia, desencadeada para acabar com uma rede de prostituição de menores, o empresário José Edmar de Souza, proprietário de um supermercado na Capital foi flagranteado mais uma vez pelo mesmo crime. A ação policial aconteceu no início da noite desta quarta-feira e ele nem era um alvo, mas acabou sendo surpreendido por agentes do Denarc em deslocamento pela Estrada da Coca-Cola, no extremo sul da cidade de Porto Velho.

De acordo com o Boletim de Ocorrência, os policiais suspeitaram quando viram duas adolescentes saindo de um táxi e embarcando em um Ford Edge, de placas OHW-3567, conduzido pelo acusado. Um agente lembrou que Edmar era um dos investigados de favorecimento a prostituição e a equipe policial seguiu o veículo até as proximidades de um clube de oficiais da PM, na Estrada do Japonês. O cerco foi feito e o local invadido.

Na casa, os policiais encontraram duas adolescentes de 16 anos, uma delas sendo despida pelo acusado. Ao serem abordadas, uma das garotas confessou que receberia R$ 200 para fazer sexo com José Edmar e que já haviam se relacionado outras vezes. A outra menor narrou que havia sido convidada pela primeira para fazer programa. O empresário foi preso.

As informações são do Rondoniagora

Anúncios
Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Participe do debate. Deixe seu comentário