Erupção ameaça milhares no Havaí; governador decreta estado de emergência

Um funcionário da Defesa Civil acrescentou que, nessa área sob risco, vivem cerca de dez mil pessoas, e que a evacuação é “voluntária”.

Ao menos dez mil pessoas foram aconselhadas a abandonarem suas residências na principal ilha do Havaí, na quinta-feira (3), diante da erupção do vulcão Kilauea, que tem provocado uma série de tremores de terra.

“O Departamento de Obras Públicas verificou emissões de vapor e lava na cratera da subdivisão Leilani na área de Mohala  Street”, informou a Defesa Civil em sua página do Facebook.

Um funcionário da Defesa Civil acrescentou que, nessa área sob risco, vivem cerca de dez mil pessoas, e que a evacuação é “voluntária”.

Especialistas da unidade de observação de vulcões do Serviço Geológico (USGS) estão na zona para avaliar a erupção, que começou por volta das 4h45 local.

Por volta das 10h30 da manhã, um terremoto de magnitude 5 ao sul da cratera Puu Oo gerou deslizamentos de rochas e seu potencial colapso para dentro, segundo o USGC. Foi o mais  importante de uma centena de sismos, alguns de menor intensidade, de magnitude 2, registrados desde segunda-feira.

“Uma coluna de fumaça de curta duração produzida por este evento se elevou ao céu e está se dissipando para o sudoeste a partir de Puu Oo”, assinala o USGC, advertindo que as pessoas nesta direção “podem sofrer com a queda de cinzas”.

Sobre a zona, uma grande coluna de cinzas de cor rosada se elevava, e as autoridades alertaram para uma subsequente “inundação de lava”, incêndios, fumaça e novos sismos.

As autoridades alertam que os riscos da erupção em curso incluem “potenciais concentrações de gás de dióxido de enxofre”, assim como explosões de metano que poderão lançar grandes rochas e fragmentos em áreas próximas arborizadas, provocando incêndios.

O governador David Ige declarou estado de emergência para mobilizar todos os serviços e recursos de urgência do Estado ligados a catástrofes naturais.

“Por favor, estejam alertas e preparados para manter a salvo as suas famílias”, escreveu Ige no Twitter.

Ele também mobilizou as tropas da Guarda Nacional no arquipélago e pediu aos habitantes que prestem atenção às advertências da Defesa Civil.

Lava sai de cratera do vulcão Kilauea, no Havaí

Cerca de 700 edifícios e 1.700 pessoas estão sujeitos a evacuações obrigatórias, indicou à AFP a porta-voz de Ige, Cindy McMillan.

Um centro local comunitário foi aberto para receber desabrigados pela ameaça, informou a Defesa Civil.

Aumento do nível de alerta

O USGS elevou o nível de alerta sobre o vulcão de “vigilância” para “advertência”, informando que se detectaram “novas grandes fendas” nas encostas do vulcão.

“Vapor quente branco e fumaça azul emanaram de uma área de ruptura na parte leste da subdivisão”, relatou a agência, indicando que esse fenômeno começou antes das 17h locais.

O serviço geológico frisou que esse estágio inicial das erupções por fissuras é “dinâmica” e podem ocorrer “fendas adicionais e novas emanações de lava”.

“Neste momento, não é possível apontar onde” haverá novas fendas, acrescentou o informe.

“Isso nos desperta”, disse Carol Shepard à emissora KHON. “É como se toda a casa tremesse”, completou.

Lava emerge de cratera entre árvores no vulcão Kilauea

Usando um drone, um outro morador, Jeremiah  Osuna, fez imagens de vídeo da coluna de lava vermelha, o que ele descreveu como “uma cortina de fogo”.

“Me preocupei bastante e me dei conta de até que ponto (…) é perigoso viver” perto do vulcão, admitiu.

Os cientistas observam esta “intrusão de magma” na região desde segunda-feira, antecipando uma possível erupção, explicou Janet  Babb, geóloga do Observatório vulcanológico do Havaí. Provavelmente, haverá novas erupções, advertiu.

Com frequência chamado de Grande Ilha, o Havaí é a maior das oito principais que compõem esse estado americano do Pacífico, um arquipélago de 137 ilhas.

Fonte: uol

Anúncios
Painel Político, é um blog de notícias de Rondônia, com informações sobre política regional, nacional, economia, jurídico e variedades. Siga-nos nas redes sociais, visite-nos diariamente e fique sempre bem informado.

Participe do debate. Deixe seu comentário