Escritório de ex-deputado federal, denunciado na Sanguessuga foi alvo da PF

Agnaldo Muniz, que também é advogado, teve buscas em seu escritório nesta segunda-feira

Brasília – A operação Imprevidencia , deflagrada pela Policia Federal em Porto Velho nesta segunda-feira, que tem como alvo a gestão do IPAM também realizou uma ação de busca e apreensão de documentos no escritório de advocacia do ex-deputado federal Agnaldo Muniz.

As seis horas da manhã, agentes federais entraram no escritório do advogado Agnaldo Muniz. Não se sabe que o advogado Muniz, que também é politico, é um dos alvos principais ou algum advogado associado está na mira dos federais.

Agnaldo Muniz era deputado federal e foi acusado de participação na chamada “Máfia dos Sanguessugas”, um escândalo que abalou o Congresso Nacional em 2006.

Outros pontos da capital são alvos, entre eles a empresa ideia Comunicação, a casa de Gilson Nazif (irmão do prefeito) e a sede do IPAM – Instituto de Previdência Municipal.

Deixe um comentário