Ex-ditador do Panamá, Manuel Noriega morre aos 83 anos

O ex-ditador do Panamá Manuel Noriega morreu aos 83 anos na noite desta segunda-feira (29/5), informou uma fonte ligada à família. A causa da morte não foi revelada. O presidente do país, Juan Carlos Varela, escreveu em sua conta no Twitter que “a morte de Manuel A. Noriega fecha um capítulo em nossa história”.

Noriega comandou o país de forma autocrática entre 1983 e 1989, quando foi deposto após uma invasão dos Estados Unidos. Após deixar o poder, cumpriu 17 anos de prisão nos EUA por tráfico de drogas. Ele também passou temporadas preso na França, por lavagem de dinheiro, e no Panamá, pelo assassinato de opositores.

Nos últimos anos, Noriega sofreu com diversas doenças, como bronquite e pressão alta. No início deste ano, foi operado para a retirada de um tumor benigno no cérebro. O ex-ditador deixa a mulher, Felicidad, e as filhas Lorena, Thays e Sandra.

O estado de saúde de Noriega se complicou após sofrer hemorragia, poucas horas depois de ter sido operado, tendo que passar por uma segunda intervenção cirúrgica. O ex-presidente foi extraditado para o Panamá no dia 11 de dezembro de 2011, após cumprir mais de 20 anos de prisão nos Estados Unidos e na França por tráfico de drogas e lavagem de dinheiro.

Ele cumpria pena de mais de 60 anos na prisão El Renacer, nos arredores da capital panamenha, até o dia 28 de janeiro deste ano, quando a Justiça lhe concedeu prisão domiciliar temporária para que fizesse o pré e o pós-operatório fora da penitenciária.

Em 2010, a Justiça panamenha abriu novo processo criminal contra ele por suposta responsabilidade no desaparecimento, em 1970, e morte do líder de esquerda Heliodoro Portugal. O julgamento foi suspenso no ano passado por causa dos problemas de saúde do ex-ditador.

Fonte: O Estado de S. Paulo

Anúncios
Painel Político, é um blog de notícias de Rondônia, com informações sobre política regional, nacional, economia, jurídico e variedades. Siga-nos nas redes sociais, visite-nos diariamente e fique sempre bem informado.

Participe do debate. Deixe seu comentário