O Tribunal de Contas do Estado deu um duro golpe na administração do prefeito Hildon Chaves (PSDB). Decisão do conselheiro Francisco Carvalho suspendeu a “carona” em uma ata de registro de preços no valor de pouco mais de R$ 11 milhões para a contratação de serviços de vigilância eletrônica para as escolas da rede municipal.

O tema vem causando polêmica desde o início, já que com o novo modelo, que a prefeitura quer adotar em todos os órgãos da municipalidade, vai causar uma demissão em massa de vigilantes, agravando o desemprego na capital.

Veja abaixo a íntegra da decisão:

 

Anúncios
Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Participe do debate. Deixe seu comentário