Explosão de carro-bomba deixa pelo menos 41 mortos na Síria

Entre as vítimas estão civis e rebeldes que, apoiados pela Turquia, haviam expulsado o EI de Al Bab, último grande reduto do grupo no Noroeste de Síria.

Pelo menos 41 pessoas morreram e dezenas ficaram feridas pela explosão nesta sexta-feira de um carro-bomba na cidade de Susian, Noroeste da cidade de Al Bab, na província setentrional síria de Aleppo, informou o Observatório Sírio de Direitos Humanos. O número de mortos pode aumentar nas próximas horas porque há vários feridos em estado grave — a agência de notícias Reuters fala em 41 mortos e a CNN, em até 60. Até o momento, o ataque matou 35 civis e 6 rebeldes que, apoiados pela Turquia, haviam expulsado nesta quinta-feira forças do Estado Islâmico (EI) de Al Bab, último grande reduto do grupo no Noroeste de Síria.

A explosão aconteceu junto a duas sedes de grupos rebeldes sírios, que lutam tanto contra as forças do regime do presidente Bashar al Assad como contra o EI. O Observatório havia negado que os insurgentes e as forças turcas controlavam Al Bab, mas, nesta sexta-feira, afirmou que os jihadistas do EI tinham se retirado desta cidade, assim como dos moradores povoados de Bazaa e Qabasin (a Nordeste de Al Bab).

Faixa segura

Batalhões do Exército Livre Sírio (ELS) e as tropas turcas começaram a rodear a cidade de Al Bab em 10 de dezembro, no marco da operação Escudo do Eufrates, que começou em agosto de 2016 e cujo objetivo é expulsar da zona tanto ao EI como as milícias curdo-sírias.

Al Bab está situada a 30 quilômetros ao sul da fronteira turca e Ancara procura criar uma faixa “segura” do outro lado de seu território.

Fonte: veja.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *