Fecomércio-RO faz apelo a comerciários, empresários e população em geral para aumentar doações de sangue na Fhemeron

O Presidente do Sistema Fecomércio/Sesc/Senac/IFPE, Raniery Coelho, se solidarizou com a situação de baixa no estoque de bolsas de vários tipos sanguíneos, em especial a tipagem sanguínea O-, da Fundação de Hematologia e Hemoterapia de Rondônia (Fhemeron) e fez um apelo a todos os empresários, comerciários e sociedade em geral para a importância da doação.

“O problema é coletivo e interessa a todos nós. A falta de sangue pode colocar em risco a vida de qualquer pessoa e, portanto, todos temos que ser solidários. A falta de bolsas de sangue no estoque representa um risco comum a toda a sociedade. O Sistema tem sido parceiro anualmente do Fhemeron porque sabe da importância da doação”, disse Raniery.

O início de ano é sempre um período complicado para a manutenção dos estoques por causa das férias e período carnavalesco. Os acidentes automobilísticos e de trabalho, além dos procedimentos cirúrgicos nos hospitais da rede pública e privada continuam acontecendo e a demanda de sangue sempre requer atenção redobrada. Daí a preocupação com o estoque.

Além do apoio da Fecomércio-RO e de outros segmentos da iniciativa privada, a Fhemeron está projetando a realização de campanhas para doação massiva de sangue com parcerias entre fundações, igrejas, grupos sociais e comunidade geral. O Estado possui hemocentros regionais com centros de coleta em Porto Velho, Ji-Paraná, Cacoal, Rolim de Moura e Vilhena.

O estoque crítico é sempre nas tipagens sanguíneas A+, A- e O-, que são sangues mais raros e a tipagem A+ é uma das mais utilizadas em transfusões. O Exército e a Aeronáutica, além da Polícia Militar, representam um grande quantitativo do estoque de bolsas atualmente da Fundação Hemeron.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *