Fecomércio vai doar iluminação da  ponte sobre o rio Madeira

DNIT está finalizando o projeto de iluminação da ponte sobre o rio Madeira doado pela Fecomércio

O  ministro dos transportes, Maurício Quintela, disse na manhã de quinta-feira 03.11, durante a solenidade de abertura do tráfego da segunda pista do Viaduto do Trevo do Roque, que já está garantido a iluminação fotovoltaica da ponte sobre Rio Madeira (Rondon-Roosevelt), cujo projeto foi doado pelo Fecomércio/RO ao DNIT.

Segundo o ministro, o DNIT está finalizando as adequações que precisam ser feitas no projeto.

O presidente da Fecomércio-RO, Raniery Coelho, disse que o projeto possui urgência e, apesar de reconhecer o período de transição econômica do País, ressalta que está acompanhando passo a passo as questões referentes às obras de infraestrutura defendidas pela federação e que são de vitais importância para o desenvolvimento da economia do Estado.

“A iluminação fotovoltaica da ponte Rondon-Rosevelt é apenas uma das obras de infraestrutura que estamos defendendo; Também estamos buscando a efetivação das obras do alfandegamento para passageiro e cargas do aeroporto internacional Jorge Teixeira, da melhoria da estrutura dos aeroportos do interior, da duplicação da BR-364 e a dragagem da hidrovia do Madeira. São obras vitais para a expansão econômica da capital e do Estado”, disse Raniery Coelho.

Raniery Coelho lembrou ainda que esses temas foram apresentados e debatidos pela Fecomércio durante audiência no Ministério dos Transportes, na presença da bancada federal rondoniense e com o próprio Ministro Maurício Quintela, em Brasília, em julho desse ano.

HIDROVIA E OBRAS

O contrato para as obras de dragagem da hidrovia do Rio Madeira já foi assinado e começam após o mês de março de 2017. O anúncio foi feito pelo Diretor geral do DNIT, Valter Casimiro, na presença do ministro dos transportes, Maurício Quintela, senadores e deputados federais da bancada federal rondoniense, na solenidade de abertura dos viadutos.

Na solenidade, os parlamentares rondonienses assinaram Emenda Coletiva impositiva no valor de R$ 120 milhões para aplicação em obras de infraestrutura como a do restante das obras dos viadutos, e conclusão das cabeceiras das pontes da BR-429 (que interliga a região Central ao Vale do Guaporé e que será a segunda rota comercial entre Rondônia e a Bolívia), restauração de pontos críticos da BR-364, construção das pontes da BR-425 (Porto Velho-Guajará-Mirim).

Anúncios
Painel Político, principal fonte de informações políticas de Rondônia. Com noticiário completo sobre economia, variedades e cultura.

Participe do debate. Deixe seu comentário