Vigezzina-Centovalli tem vistas panorâmicas dos Alpes

Já pensou em viajar lentamente, imerso nas cores do outono europeu em cenários naturais de tirar o fôlego? Assim que é o trajeto a bordo da ferrovia Vigezzina-Centovalli.

O itinerário parte da cidade de Domodossola, na região do Piemonte, norte da Itália, e tem como destino final o município de Locarno, na margem suíça do Lago Maggiore.

“Folhagem e calmaria” é o lema para as duas horas percorrendo os 52 quilômetros de ferrovia, sendo 32 em território italiano e 20 na Suíça.

As vistas panorâmicas são pintadas pelas cores do outono europeu, que inspiraram artistas como Giuseppe Mattia Borgnis. Inaugurada em 1923, a “Vigezzina”, ou “Centovalli”, como a chamam os suíços, é uma ferrovia lenta e que atravessa os Alpes parando em 32 estações distribuídas pelos seus “100 vales”.

Os trens brancos e azuis do percurso são mais do que uma atração turística, mas também um meio de ligação entre os países bastante usado pelos seus moradores. Em um ano, 500 mil passageiros utilizam a linha do lado italiano, e 1 milhão, do suíço. (Com ANSA)

Redação Painel Político

Redação Painel Político

Painel Político, principal fonte de informações políticas de Rondônia. Com noticiário completo sobre economia, variedades e cultura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *