Negócios imobiliários não são o forte do governo de Rondônia, que insiste em fazer péssimas transações, ao menos para os cofres públicos.

PAINEL POLÍTICO já mostrou que o Estado pagou valores bem acima do preço de mercado por áreas onde deveriam ter sido assentadas famílias que ficaram desabrigadas pela enchente do Madeira (e até hoje o Ministério Público não se manifestou), tentou trocar um imóvel urbano em Cacoal por um na área rural e agora está querendo pagar R$ 5 milhões em um prédio em Pimenta Bueno, cuja avaliação de mercado não chega a R$ 2 milhões.

O imóvel, alugado para o Centro Estadual de Educação de Jovens e Adultos (CEEJA Gliceria Maria Oliveira Crivelli), há quase uma década, não possui infraestrutura adequada para o funcionamento de uma escola, tais como acessibilidade para cadeirantes e está em péssimas condições. A recomendação feita por todos que utilizam o espaço é que seja construído um prédio novo, que atenda a todas as necessidades. A vereadora Scheilla Cassol acrescentou que, se o governo pagar R$ 5 milhões, ainda terá que gastar pelo menos mais R$ 1 milhão em reformas e adaptações, “com esse dinheiro o Estado poderia construir um espaço moderno, que gerasse conforto tanto aos que trabalham quanto os que estudam no local”, acrescentou a vereadora.

O centro conta com um quadro de 36 servidores e atende cerca de mil alunos das áreas urbana e rural de Pimenta Bueno e dos municípios vizinhos, Primavera de Rondônia, Parecis e São Felipe do Oeste.

PAINEL POLÍTICO suspeita que o proprietário do prédio seja alguém que esteja precisando de uma “cooperação” por parte do governo…

Anúncios
Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

2 thoughts on “Governo quer pagar R$ 5 milhões em prédio que vale menos de R$ 2 milhões

  1. O Governo de Rondônia possui em Pimenta Bueno, um terreno muito bem localizado, onde funcionava antigamente o Ciretran, que pegou fogo. (inclusive o Detran paga aluguel de um prédio, e até hoje não reformou o antigo, e nem construiu um novo.)
    Continuando, o Iperon, possui também um prédio no centro da cidade que também está se deteriorando. Esse espaço também poderia ser utilizado como equipamento público, mas parece que o Governo quer fazer especulações com seus imóveis. #AcordaBrasil

Participe do debate. Deixe seu comentário

%d blogueiros gostam disto: