Greve de caminhoneiros pode deixar aeroporto de Brasília sem combustível

Caso situação não seja normalizada, reserva pode acabar nesta terça-feira

O aeroporto de Brasília corre risco de enfrentar problema de falta de combustível (querosene de aviação) por causa da paralisação dos caminhoneiros, motivada pela alta no preço da gasolina. Segundo a Inframérica, que administra o aeroporto, a reserva de combustível já está sendo usada, com contingenciamento no fornecimento, e pode acabar nesta terça-feira se a situação não for normalizada. A frota de caminhões que abastece o terminal está parada no Entorno do Distrito Federal, em Luziânia.

Em nota, a Inframérica informou que já notificou às companhias aéreas que operam no aeroportos sobre a restrição de combustível no aeroporto da capital. As aeronaves devem pousar com combustível suficiente para outros destinos. A concessionária destaca ainda que está tomando medidas para garantir a segurança e minimizar os problemas para os usuários. Os passageiros devem procurar as empresas para saber informações dos voos.

“A Inframerica lamenta o transtorno que a situação pode gerar aos passageiros (…). A concessionária respeita o direito de manifestação democrática e pacífica. Contudo, o exercício de tal direito deve preservar a infraestrutura aeroportuária e não se sobrepor aos valores fundamentais, como o direito de ir e vir dos passageiros, bem como o inegociável direito à segurança das operações aeroportuárias”.

 

Fonte: oglobo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *