Homem confessa ter matado família que desapareceu na França

O misterioso desaparecimento da família Troadec havia deixado o país em suspense nas últimas semanas.

O mistério do desaparecimento de uma família francesa, que há dias mantinha o país em suspense, foi esclarecido nesta segunda-feira, após a confissão do cunhado de ter assassinado os pais e os dois filhos por questões de herança.

Pascal e Brigitte Troadec, ambos de 49 anos, e seus filhos Sébastien (21 anos) e Charlotte (18), residentes em Nantes (oeste da França), desapareceram no dia 16 de fevereiro.

Não foram ao trabalho e seus telefones celulares permaneceram silenciosos desde então.

A polícia descobriu rastros de sangue em sua casa pertencentes a vários membros da família.

Detido junto à irmã de Pascal Troadec, seu marido confessou o homicídio, confirmou à AFP o procurador da República de Nantes, Pierre Sennès.

Segundo uma fonte próxima ao caso, por enquanto os investigadores consideram que o cunhado é o único autor do crime, que manteve a França em suspense.

As condições nas quais os assassinatos foram cometidos foram aparente e especialmente “sórdidas”, informou esta fonte, que não quis fornecer detalhes sobre o modo operacional, nem sobre o local onde os corpos se encontram.

A família Troadec não deu mais sinais de vida desde a madrugada de 17 de fevereiro. Foi a irmã da esposa, hoje detida, que alertou a polícia uma semana mais tarde, inquieta por não ter notícias dela.

Fonte: exame.com

Anúncios
Painel Político, é um blog de notícias de Rondônia, com informações sobre política regional, nacional, economia, jurídico e variedades. Siga-nos nas redes sociais, visite-nos diariamente e fique sempre bem informado.

Participe do debate. Deixe seu comentário