Homem é preso suspeito de filmar partes íntimas de crianças em mercado

Suspeito de filmar as partes íntimas de quatro crianças, um homem foi preso na tarde deste domingo (1) dentro de um hipermercado do bairro Xaxim, em Curitiba (PR). De acordo com testemunhas, a detenção foi realizada pelo avô das crianças, um militar aposentado que recebeu informações flagradas pelos seguranças do estabelecimento.

“As meninas estavam fazendo compras com o avô quando a situação aconteceu. Como o avô é militar, estranhou a situação e pediu para ver nas câmeras o que estava acontecendo, foi quando realizou a voz de prisão”, disse uma tia das vítimas.

No celular do suspeito, foram encontradas fotos e vídeos das meninas. Já nas câmeras de monitoramento interno do hipermercado, é possível perceber que o suspeito finge amarrar o sapato para realizar as filmagens.

Detido pelo avô das pequenas, ele foi levado para uma sala do hipermercado, onde ficou trancado até a chegada de viaturas da Polícia Militar. As vítimas possuem entre nove e doze anos de idade.

Preso, o suspeito foi encaminhado à Central de Flagrantes de Curitiba, onde foi autuado por importunação ofensiva ao pudor. Ao crime, cabe fiança.

Abuso no Rio Grande do Sul

No último sábado (23), um homem de 62 anos foi preso após abusar de uma criança de 5 anos que acompanhava a mãe em um supermercado de Porto Alegre. A prisão foi em flagrante, por estupro de vulnerável.

A menina foi abordada pelo homem, que a levou para trás de uma prateleira, onde cometeu o abuso. A criança correu em direção à mãe, e os seguranças do supermercado conseguiram realizar a prisão.

Anúncios
Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Participe do debate. Deixe seu comentário