Seja um Galaxy Note 7 ou qualquer outro smartphone, a bateria dos eletrônicos pode explodir sob certas condições, como as altas temperaturas, pressão ou descuido com o celular. Mas o caso deste homem na China, que viu uma bateria explodir na sua cara não tem a ver com falhas técnicas, senão com a estupidez humana; nesse caso a de um cliente de uma loja chinesa que estava comprando uma bateria reserva para seu iPhone.

Quando o atendente da loja lhe mostrou uma, ele não teve melhor ideia do que “carcar” os dentes nela para verificar sua qualidade. Na sequência a bateria explodiu na sua cara.

Segundo Taiwan News, o homem estudou detalhadamente a bateria e propôs-se a comprovar se era uma bateria “original”, e mordeu-a. A pressão sobre a bateria criou uma reação em seu interior e explodiu. Felizmente, segundo reportam, ninguém se feriu gravemente.

Há quem morda o ouro para verificar se é real, mas fazer o mesmo com uma bateria é uma ideia não só arriscada, senão estúpida e sem sentido.

Anúncios
Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Participe do debate. Deixe seu comentário