Homem morto no aeroporto de Porto Velho tinha perdido filho em chacina

Ele era foragido da justiça e usava documentos falsos

O homem assassinado na tarde de sexta-feira na área de embarque e desembarque do aeroporto Internacional Jorge Teixeira, em Porto Velho, foi finalmente identificado: trata-se de Carlos Josuel Batista dos Santos, de 44 anos, foragido da justiça de Goiás, onde cumpria pena por homicídio, desde junho de 2014. Ele fugiu do presídio estadual.

Ao ser morto a tiros de pistola 9 milímetros no interior de uma caminhonete com placas de Ariquemes, Josuel usava uma identidade falsa com o nome de José Carlos Francisco dos Santos.

doc

Josuel foi assassinado quando aguardava a filha que chegava de viagem. Os assassinos fugiram para o outro lado do rio Madeira, onde incendiaram o carro usado no crime. A polícia encontrou a arma (uma pistola) e uma camisa que seria de um dos criminosos.

Chacina

Há três semanas, um filho de Josuel foi assassinado com mais dois colegas no setor 9 da cidade de Ariquemes, localizada a 200 Km de Porto Velho. Dois homens de moto mataram os jovens a tiros.

Anúncios
Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

1 thought on “Homem morto no aeroporto de Porto Velho tinha perdido filho em chacina

Participe do debate. Deixe seu comentário

%d blogueiros gostam disto: