IML divulga nomes dos mortos em incêndio na creche de Minas

O Instituto Médico Legal de Janaúba, no interior de Minas Gerais, informou na tarde desta quinta-feira, 5, que todas as crianças mortas no Centro Municipal de Educação Infantil Gente Inocente tinham 4 anos. O vigia do local, Damião Soares dos Santos, jogou álcool nos alunos e nele mesmo e, em seguida, ateou fogo.

As crianças são Juan Pablo Cruz dos Santos, Luiz Davi Carlos Rodrigues, Ruan Miguel Soares Silva e Ana Clara Ferreira Silva.

O agressor, de 50 anos, foi levado ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos e morreu horas mais tarde. Além das vítimas fatais, mais de 40 pessoas ainda estão internadas em estado grave em hospitais da cidade e da região.

De acordo com a Prefeitura de Janaúba, Santos era funcionário da escola há 9 anos. Ele tirou férias de junho a agosto e, quando voltou, em setembro, alegou problemas de saúde. O homem foi à escola hoje para entregar o atestado médic para a diretora. Ainda de acordo com os bombeiros, ele tinha problemas mentais.

Viaturas, bombeiros e policiais militares e civis de ao menos cinco cidades foram acionados para o resgate.

Comunicado da Prefeitura de Janaúba

O Município de Janaúba decretou sete dias de Luto Oficial em solidariedade a todas as famílias envolvidas no acontecimento dessa manhã. A administração municipal disse que manifesta profunda preocupação com o  episódio e direcionou todos os seus esforços para atender os envolvidos e amenizar, de alguma forma, a dor que acomete a todos.

A Prefeitura disse, também, que disponibilizará um ônibus, que vai sair da rodoviária de Janaúba às 6 horas desta sexta-feira, 6, para levar doadores do município de Janaúba até o hemocentro regional de Montes Claros, cidade a 135 km.

Fonte: O Estado de S. Paulo

Anúncios
Painel Político, é um blog de notícias de Rondônia, com informações sobre política regional, nacional, economia, jurídico e variedades. Siga-nos nas redes sociais, visite-nos diariamente e fique sempre bem informado.

Participe do debate. Deixe seu comentário