Janot denuncia Eduardo Cunha no STF por recebimento de propina de US$ 5 milhões

Também foi denunciada a ex-deputada federal Solange Almeida, que teria participado do esquema

Foi protocolada na tarde desta quinta-feira (20), no Supremo Tribunal Federal, a denúncia do procurador Rodrigo Janot, da Procuradoria Geral da República (PGR), contra o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

[su_frame align=”right”] [/su_frame]O parlamentar é acusado pela PGR de ter recebido propina de ao menos US$ 5 milhões para viabilizar a construção de dois navios-sondas da Petrobras,entre junho de 2006 e outubro de 2012.

Na denúncia, Rodrigo Janot pede a condenação de Cunha pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro e da ex-deputada Federal Solange Almeida por ter participado de pressão pelo pagamento de valores retidos, incorrendo em corrupção passiva.

Além da denúncia, Janot pede a restituição de R$ 40 milhões para a Petrobras e R$ 40 milhões para a Administração Pública.

Dilma evitou comentar o caso

Tão logo saiu a denúncia, logo após o evento com a chanceler alemã Angela Merkel, a presidente Dilma Rousseff foi questionada e evitou fazer comentários sobre a acusação formal da PGR: “Desculpa, mas a presidenta da República e o Executivo não fazem análise a respeito de investigações de maneira alguma, a respeito de outros Poderes.”

Anúncios
Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Participe do debate. Deixe seu comentário