Juros do rotativo do cartão de crédito chegam a 372% ao ano

Os juros do rotativo do cartão de crédito para a pessoa física subiram 11,5% em junho, enquanto o cheque especial teve alta de 9,3% e os juros do cartão subiram 0,7%. Os dados foram divulgados pelo Banco Central nesta quinta-feira (30). No ano, a taxa de juros do cheque especial chega a 241,3%, enquanto os juros do rotativo do cartão somam 372% ao ano.

A inadimplência do consumidor ficou estável, em 5,4% em junho (acima de 90 dias), enquanto os atrasos de 15 a 90 dias avançaram 0,1% em junho, sendo 5,5% do total de créditos contratados. No crédito às famílias, o indicador recuou para 3,7% (-0,1 p.p. no mês), enquanto nas operações com empresas situou-se em 2,3%, mesmo patamar de maio. No segmento livre, a inadimplência permaneceu estável em 4,7%, ao passo que, no crédito direcionado, decresceu 0,1 p.p. no mês, para 1,1%.

Segundo nota do BC, a evolução do mercado de crédito no primeiro semestre de 2015 evidencia desaceleração em cenário de elevação de taxas de juros e contenção da demanda por consumo e investimento.

A taxa de juros para cartão de crédito rotativo subiu de 115,9% ao ano em maio para 118,2% (junho). O crédito consignado passou de 111,3% ao ano em maio para 111,9% (junho). Já os percentuais para aquisição de veículos ficaram praticamente estáveis, ao caírem de 24,8% ao ano em maio para 24,7% (junho).

O saldo das operações de crédito (estoque de crédito) atingiu R$ 3.102 trilhões em junho, após expansões de 0,6% no mês e 9,8% em doze meses (0,7% e 10,2% em maio). O crédito destinado a pessoas físicas e jurídicas totalizaram R$ 1,465 trilhão e R$ 1,637 trilhão, respectivamente, com variações mensais de 0,7% e 0,6%. A relação crédito/PIB alcançou 54,5%, ante 54,4% no mês anterior e 52,8% em junho de 2014.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *