Justiça proíbe filho de Crivella de usar recursos da prefeitura

Justiça proíbe filho de Crivella de usar recursos da prefeitura

A Justiça Federal no Rio proibiu que Marcelo Hodge Crivella, filho do prefeito Marcelo Crivella, utilize qualquer recurso da prefeitura.

O veto inclui, por exemplo, o uso de dependências, carro e telefones do governo municipal.

A decisão acompanha o que já foi determinado pelo Supremo Tribunal Federal, que anulou a nomeação de Marcelo Hodge para o cargo de secretário da Casa Civil.

“Aduz que o terceiro réu é formado em Psicologia Cristã, tendo como principal experiência atividades em palestras e empresas, sem qualquer experiência na administração pública, e que não foi demonstrado pelo segundo réu nenhuma qualidade técnica do terceiro réu que justifique sua nomeação”, diz trecho da decisão.

Deixe um comentário