Justiça revoga prisão de mais 10 detidos em operação contra a milícia

Das 159 pessoas que foram presas, apenas 12 continuam atrás das grades, decide Judiciário carioca

Dez detidos durante operação da Polícia Civil contra a milícia de Santa Cruz (RJ), em 7 de abril, tiveram a prisão preventiva revogada pela Justiça nesta quinta-feira (17/5). No fim do mês passado, outros 137 acusados já tinham conseguido liberdade. Na ação, 159 pessoas foram presas. Apenas 12 continuam atrás das grades. A informação é do jornal O Globo.

O veículo registra que a decisão desta quinta-feira é do juiz Eduardo Marques Hablitschek, da 2ª Vara Criminal de Santa Cruz, na zona oeste do Rio. O pedido da revogação partiu do promotor Luiz Antonio Correa Ayres, sob alegação de que não é necessário a manutenção das prisões.

Em seis casos, o magistrado arbitrou fiança de um salário mínimo. No entanto, a Defensoria Pública apresentou ao juiz declaração de quatro deles, seus assistidos, informando não terem condições de pagar o valor. Assim, explica o jornal, o magistrado substituiu o pagamento pela exigência de assinatura de termo de compromisso de comparecimento quando intimados.

A reportagem conclui, informando que a Secretaria de Administração Penitenciária do Rio disse ainda não ter recebido qualquer alvará de soltura para esses 10 presos cujas prisões foram revogadas. Assim, eles continuam encarcerados.

Fonte: metropoles

Painel Político, é um blog de notícias de Rondônia, com informações sobre política regional, nacional, economia, jurídico e variedades. Siga-nos nas redes sociais, visite-nos diariamente e fique sempre bem informado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *