Justiça suspende pela segunda vez direitos políticos de Lindbergh

Ele foi condenado nessa segunda-feira (19) por nomear 11 pessoas na Prefeitura de Nova Iguaçu que prestavam serviços a um vereador aliado

Mais uma vez, a segunda em uma semana, os direitos políticos do senador Lindbergh Farias (PT-RJ) foram suspensos por cinco anos, por determinação da Justiça do Rio.

O juiz Gustavo Quintanilha Telles de Menezes também aplicou multa de R$ 640 mil pelos atos considerados como improbidade administrativa. Os bens do senador foram bloqueados.

Segundo informações da Folha de S. Paulo, ele foi condenado nessa segunda-feira (19) por nomear 11 pessoas na Prefeitura de Nova Iguaçu que prestavam serviços a um vereador aliado.

O petista comandou a prefeitura da cidade da Baixada Fluminense entre 2005 e 2010, quando deixou o cargo para disputar a vaga no Senado.

“Com exclusivo propósito de servir aos interesses políticos e privados do mesmo [José Agostinho], fornecendo-lhe mão de obra gratuita (custeadas com recursos públicos) para que este prosseguisse desenvolvendo seus projetos sociais em centro social construído pelo próprio, com única intenção de captar eleitores do reduto eleitoral do parlamentar”, disse Menezes em sua sentença.

A assessoria do petista ainda não se manifestou sobre a condenação.

Fonte: noticiasaominuto

Anúncios
Painel Político, é um blog de notícias de Rondônia, com informações sobre política regional, nacional, economia, jurídico e variedades. Siga-nos nas redes sociais, visite-nos diariamente e fique sempre bem informado.

Participe do debate. Deixe seu comentário