Justiça suspende votação de projeto que muda previdência de servidores do DF

O Tribunal de Justiça do Distrito Federal suspendeu nesta terça-feira (5), em caráter liminar (provisório), a tramitação do projeto de lei que altera a previdência dos servidores públicos da capital. Com a decisão, a votação que estava prevista para esta tarde deve ser adiada por tempo indeterminado.

A liminar atende a um mandado de segurança impetrado pelos deputados Wasny de Roure (PT) e Ricardo Vale (PT), que fazem oposição ao Palácio do Buriti e ao projeto da “nova previdência”. Na decisão, o desembargador do Conselho Especial Waldir Leoncio aponta “perigo de dano irreparável” na votação às pressas.

Durante a tarde, servidores se concentraram na entrada da Câmara Legislativa do DF para acompanhar a votação. Houve tumulto no acesso ao prédio, e policiais chegaram a usar gás de pimenta para tentar dispersar os grupos. Ao saberem da decisão judicial, grupos que já ocupavam as galerias do plenário comemoraram.

Por volta das 15h35, o presidente da Câmara Legislativa, Joe Valle (PDT), suspendeu a sessão em plenário por 30 minutos e retirou o projeto de pauta. No anúncio, o parlamentar criticou o que chamou de “interferência do Judiciário no Legislativo”.

No momento da confusão, o governador Rodrigo Rollemberg participava de uma coletiva na Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico do DF (Adasa). Questionado pelo G1, ele não quis comentar a decisão. “Vamos aguardar”, resumiu.

Fonte: g1/df

Anúncios
Painel Político, é um blog de notícias de Rondônia, com informações sobre política regional, nacional, economia, jurídico e variedades. Siga-nos nas redes sociais, visite-nos diariamente e fique sempre bem informado.

Participe do debate. Deixe seu comentário