A Lei Maria da Penha foi criada  7 de agosto de 2006, e entrou em vigor no dia 22 de setembro de 2006, com intuito de coibir a violência domestica e aumentar a pena para o agressor.  Mas isso não tem acontecido.

O Diário da Justiça de hoje (22) relata o caso de uma mulher que foi agredida pelo marido.  O fato aconteceu em Janeiro de 2013 na cidade de  Porto Velho.

Ela relatou que seu marido chegou embriagado em casa, e lhe espancou, com socos e chutes na costela. As lesões corporais foram confirmadas pelo laudo pericial.

O juiz inicialmente sentenciou o rapaz a 5 meses de cadeia, mas decidiu trocar por uma pena restritiva de direito, qual seja: prestação de serviço a comunidade.

Qual a segurança essa mulher vai ter com o agressor solto?

É justamente pela lei ser assim, que muitas mulheres ficam com medo de denunciar os agressores e acabarem apanhando mais, ou até mesmo de chegar ao ponto de perderem a vida.

Anúncios
Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Participe do debate. Deixe seu comentário