Foi aprovado, na Assembleia Legislativa, requerimento do deputado Léo Moraes (PTB) para que seja realizada no próximo dia12 de Novembro de 2015, às 18h30, na Assembleia Legislativa, audiência pública para debater a imediata contratação dos agentes penitenciários em fase de conclusão da academia de formação.

Léo Moraes disse que a audiência publica tem como finalidade a busca de soluções para os aprovados no concurso público de agentes penitenciários, que estão finalizando o curso de formação.

Segundo ele, a categoria não tem perspectiva de contratação efetiva por parte do Poder Executivo Estadual.

O parlamentar ressaltou que muitos alunos abriram mão de seus empregos, dos quais sustentavam suas famílias, por acreditarem na segurança do funcionalismo público, porém, ao iniciarem a academia de formação, foram surpreendidos por incertezas e descaso. Léo acrescenta que, muitos dos aprovados, deslocaram-se de seus municípios, e hoje estão desamparados.

“Considerando que o sistema penitenciário de nosso Estado, encontra-se em estado de defasagem de servidores, compreendemos que, com a falta de funcionários em muitas unidades prisionais, os agentes estão trabalhando sem o contingente mínimo necessário para que tenham segurança”, destacou Léo.

Para o deputado, tal realidade exige medidas urgentes do Poder Executivo Estadual. Medidas, segundo Léo, que tenham o intuito de minimizar a atual crise do setor, com a criação imediata de novas vagas para agentes penitenciários e de várias classes do sistema prisional suficiente para atender à demanda carcerária.

O deputado ressaltou que parte desta demanda pode ser solucionada com a contratação imediata dos alunos que se encontram em fase de conclusão da academia de formação.

“Tal expediente, sem dúvidas, estará revestido de maior interesse social, na medida em que trará grandes benefícios à segurança da população do nosso Estado”, concluiu o deputado Léo Moraes.

Anúncios
Painel Político, principal fonte de informações políticas de Rondônia. Com noticiário completo sobre economia, variedades e cultura.

Participe do debate. Deixe seu comentário