Líder do PCC no Paraguai, traficante Pavão é extraditado ao Brasil

O Paraguai extraditou nesta quinta-feira (28/12) o traficante Jarvis Chimenes Pavão, um dos líderes do Primeiro Comando da Capital (PCC) no país. Pavão é considerado um dos maiores fornecedores de cocaína para o Brasil e estava preso desde 2009 na penitenciária Tacumbu, na cidade de Assunção, onde cumpria pena de 8 anos pelos crimes de lavagem de dinheiro e porte ilegal de arma.

No Brasil, o traficante, que tem cidadania paraguaia, tem uma pena de 17 anos e 8 meses de prisão a cumprir pelos crimes de associação ao tráfico de drogas e lavagem de dinheiro. A defesa tentava evitar a extradição, o advogado do traficante, Danny Fabrício Cabral Gomes entrou com um habeas corpus preventivo no Supremo Tribunal Federal (STF). A ministra Cármen Lúcia, presidente do STF, entendeu que o caso não seria urgente e o pedido da defesa deve ser analisado depois do recesso do Judiciário, pela ministra Rosa Weber.

Anúncios
Painel Político, é um blog de notícias de Rondônia, com informações sobre política regional, nacional, economia, jurídico e variedades. Siga-nos nas redes sociais, visite-nos diariamente e fique sempre bem informado.

Participe do debate. Deixe seu comentário