Mãe de 3 filhos marca encontro pelo Whatsapp, é perseguida e morta; veja o VÍDEO

Mais um caso chocante mostra o cuidado em dobro que os usuários de sites de relacionamento ou de aplicativos de conversa tem que ter ao marcar encontros. Imagens flagradas por câmeras de segurança da cidade de Paraíso, em Tocantins, mostram os últimos momentos de vida da jovem Taísa Ribeiro, de apenas 24 anos. O vídeo foi divulgado apenas nesta sexta-feira (24), mas a gravação é do último domingo (19), dia em que a mulher desapareceu. O corpo da vítima foi encontrado em um lixão na quinta-feira (23). O crime aconteceu depois de Taísa ter marcado um encontro por WhatsApp.

A Polícia Civil, que segue investigando o caso, afirma que a jovem saiu de casa logo após ter marcado o encontro. A última vez que entrou no aplicativo foi por volta das 00h40 de domingo. Depois disso, Taísa nunca mais atendeu o telefone. As imagens reveladas pelas autoridades mostram a mulher saindo de casa por volta da 1h10. No vídeo, pode ser visto um homem que persegue a jovem. A gravação ainda está sendo analisada e alguns parentes já declararam que aquele é um dos antigos companheiros de Taísa.

A polícia está investigando o caso como crime passional. Os principais suspeitos são dois ex-companheiros da vítima e o homem com quem ela marcou encontro pelo aplicativo. Os nomes não foram divulgados para não atrapalhar as investigações. Um dos suspeitos é o pai dos três filhos da mulher, que mora no Pará. Assim como o homem que marcou o encontro, o pai das crianças também foi ouvido pelas autoridades. Os dois foram liberados. A Polícia Civil espera agora ouvir o último suspeito.

Como o corpo da vítima já estava em estado avançado de decomposição, o cadáver passa por uma perícia detalhada. Por causa disso, as autoridades não conseguem afirmar qual foi a causa da morte e se houve violência, tanto física quanto sexual. A família fez reconhecimento da identidade por meio das roupas, do cabelo e também da estatura da vítima. Abaixo pode ser conferido o vídeo divulgado nesta sexta pelos policiais:

Anúncios
Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Participe do debate. Deixe seu comentário