Magistratura quer aumento de 41, 3% e pede ajuda a Cármen Lúcia

Enquanto governo fala em rombo de R$ 154 bi, magistrados brasileiros querem reajuste

Não, não se trata de piada ou ‘pegadinha’. Representantes da Anamatra, Ajufe e AMB foram à ministra Cármen Lúcia pedir que ela inclua na proposta orçamentária do Supremo aumento para  a magistratura.

Entendem que existem perdas acumuladas em relação aos subsídios para remuneração dos membros do Poder Judiciário, criados em 1998 por emenda constitucional.

Eles querem uma ‘reposição’ de 41,3%, segundo informa a coluna Direto da Fonte, da jornalista Sônia Racy, de O Estadão.

Por que Cármen Lúcia? É hoje função de presidentes do STF – emenda constitucional de 2003 – fixar esses subsídios.

Enquanto isso, o governo de Michel Temer prevê um rombo de R$ 154 bilhões nas contas desse ano.

 

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Participe do debate. Deixe seu comentário