Maika, a esposa, visita Delcídio e defende a delação premiada; filha sai em defesa em artigo

A esposa do senador Delcídio sempre foi uma mulher de atuação marcante na trajetória do marido.
Com  elegância, nas campanhas políticas ia pra rua, fazia caminhada, colava adesivos e participava decisivamente de todas as movimentações.
No exercício dos mandatos, sempre foi voz ativa, orientando e opinando.
[su_frame align=”right”] [/su_frame]Há muito tempo ela pede que Delcídio saia do PT. Por certo, entendia que o PT tinha tomado um rumo tortuoso e impopular, cabendo aos bons caírem fora. Ela Estava certa. Delcídio não ouviu Maika, não abandonou o PT e agora, numa atitude até desumana, foi abandonado pelo partido e tratado como ‘imbecil’ e ‘idiota’ pelo ‘presidente de honra’, o ex-presidente Lula.
Diante disso, Maika está convencida de que a única saída para o marido, é tentar um acordo de delação premiada com o Ministério Público.
Ela já, inclusive, teria discutido o assunto com o advogado do senador.
Delcídio, por sua vez, já teria também iniciado conversações nesse sentido. Está magoado, pois um partido que apoiou Delúbio e Vaccari, simplesmente o largou na ‘beira da estrada’, sem sequer ouvi-lo.
Filha de Delcídio sai em defesa do pai
A jornalista Lívia Martins do ‘Jornal da Cidade Online’ publicou o artigo intitulado ‘Delcídio, e agora? O que vai dizer para suas filhas?’ (o artigo foi apagado do jornal). Uma das filhas do senador, não satisfeita com o conteúdo,  pediu que fosse publicado um texto de sua autoria, rechaçando o artigo mencionado. Abaixo a íntegra:
Lívia Martins,
Não sei nem te dizer o que senti lendo essa “matéria” desnecessária que você se deu ao trabalho de fazer.
“Provavelmente, já constataram que o pai não é herói, é bandido”: Provavelmente não. A senhora está muito enganada e deveria medir suas palavras.
O meu pai é e sempre será o meu herói, a minha fortaleza e tenho orgulho de dizer que ele é o exemplo da minha vida!
Tenho mais uma correção a fazer a tanta baboseira que você escreveu: “Óbvio, acreditavam no caráter, na postura, no homem, no candidato, no pai, para elas um grande herói.”
Eu não acreditava, eu acredito e tenho certeza do carater, postura e grande homem que o meu pai é. Acho engraçado você querer perder seu tempo se perguntando o que eu e minha irmã estamos sentindo agora, se quiser eu mesma posso te responder ao invés de você tentar deduzir erroneamente!
Se a sua preocupação é saber se estamos envergonhadas, a resposta é: Não estamos.
Se a sua preocupação é saber se ainda admiramos ele, a resposta é: Admiramos muito.
E ah, antes que eu me esqueça, ele não precisa me dizer nada! Nós somos família e ele não precisa me explicar a pessoa maravilhosa que ele é.
Lamento sua postura!
Pode postar onde você quiser isso, será um prazer as pessoas verem o quanto o amo!
Abraços e desejo que você seja mais humana,
Maria Eugênia Amaral (orgulhosamente, filha do senador Delcidio do Amaral)
As informações são do jornal da Cidade Online

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *