Marco Feliciano registra ocorrência na Polícia Legislativa contra Patrícia Lélis que rebate, “esse homem que não tem nada o que fazer”

O deputado federal Marco Feliciano (PSC-SP) registrou uma ocorrência na Polícia Legislativa contra a jornalista Patrícia Lélis, alegando que “quando ela está na na Câmara ele se sente ameaçado e coagido”.

Uma assessora de Feliciano teria feito o registro a pedido do parlamentar e na declaração ela afirma que “o deputado vem sendo perseguido no interior da Câmara dos Deputados por pessoa identificada como Patrícia de Oliveira Souza Lelis (…) Que acredita que a presença constante de Patrícia em locais frequentados pelo deputado seja motivada pela existência de processo judicial que tramita em segredo de justiça no STF; Que Patrícia e Feliciano são partes nesse processo e possivelmente por essa razão Patrícia pode estar tentando coagir ou intimidar o deputado”.

Nesta quinta-feira, a jornalista divulgou um vídeo em seu perfil no Facebook onde ela falou sobre a ocorrência e e afirmou, “esse homem que não tem nada o que fazer a não ser me perseguir (…) lembrando que é ele que responde que responde processo até hoje no STF por ter me estuprado, por ter me agredido, então se tem uma pessoa que se sente intimidada, ameaçada e coagida, essa pessoa sou eu”. Veja o vídeo:

Anúncios
Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Participe do debate. Deixe seu comentário