MBL pede aos seguidores para não irem ao MASP comemorar prisão de Lula

Evento organizado pelo Movimento Brasil Livre foi cancelado para evitar possíveis confrontos com grupos e entidades sindicais ligadas ao Partido dos Trabalhadores

O Movimento Brasil Livre (MBL) abandonou os planos de ir ao Museu de Arte de São Paulo (Masp), na Avenida Paulista, para celebrar a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva nesta tarde, em evento batizado de “Carnalula”. Em comunicado divulgado em suas redes sociais, o MBL solicita, ainda, que seus seguidores evitem a área.

“(…) pedimos que nossos apoiadores também evitem a região devido à mobilização local de grupos e entidades sindicais ligadas ao Partido dos Trabalhadores, que devem provocar confrontos violentos a fim de desrespeitar a lei e a ordem democrática”, diz a postagem da organização.

Lula passou a noite no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo, com os filhos e correligionários. Estiveram com ele a ex-presidente Dilma Rousseff e os presidenciáveis Guilherme Boulos (PSOL) e Manuela D’Ávila (PCdoB), entre outros aliados. Faltando pouco mais de 1 hora para o fim do prazo para que ele se entregue ‘voluntariamente’ na sede da Polícia Federal, Lula continua no sindicato, seu antigo reduto.

Fonte: O Estado de S. Paulo

Anúncios
Painel Político, é um blog de notícias de Rondônia, com informações sobre política regional, nacional, economia, jurídico e variedades. Siga-nos nas redes sociais, visite-nos diariamente e fique sempre bem informado.

Participe do debate. Deixe seu comentário