Membros da família real visitam Porto Velho para encontro com lideranças do movimento monarquista em RO

Estado possui cerca de 200 apoiadores da restauração da monarquia no Brasil, segundo OIB/RO. Príncipe dom Antônio é o terceiro na linha de sucessão real.

Porto Velho se tornou nesta quarta-feira (1º), por quase um dia, solo real. Pela primeira vez, a cidade recebeu um membro da família real brasileira: dom Antônio de Orléans e Bragança, bisneto da Princesa Isabel e o terceiro na linha de sucessão ao trono, em caso de restauração do regime monárquico no país.

Resguardados de uma tarde quente de 34ºC, vossa alteza e os súditos, que em Rondônia possui cerca de 200 membros, segundo a Organização Imperial Brasileira em Rondônia (OIB/RO), deram continuidade a programação que incluiu uma visita a pontos turísticos da capital, almoço com lideranças do movimento no estado e um ciclo de palestras sobre a questão monárquica.

Poucos súditos compareceram ao salão de eventos em um Hotel na região central da cidade. Discretos e atenciosos, dom Antônio de Orléans e a esposa, a princesa consorte Christina de Ligne de Orléans e Bragança, nascida na Bélgica, sentaram na primeira fileira do salão, alheios ao vazio das cadeiras atrás deles, exemplificando o número de apoiadores que possuem no estado.

Um desses poucos membros que acredita na restauração da monarquia como forma de salvar o Brasil é líder da OIB/RO, Fernandes Lucas da Costa.

Casal real canta Hino Nacional na Organização Imperial Brasileira em Rondônia (OIB/RO). (Foto: Pedro Bentes/G1)

“As pessoas que estudaram a verdadeira história do Brasil têm uma tendência à ideia monarquista. No estado, o movimento é recente, há mais ou menos dois anos. Mas, no Brasil, é um movimento bem antigo. As pessoas precisam estudar a verdadeira história, não a que os livros ensinam, pois a História coloca o que a interessa, para manter a atual forma de governo”, acredita o líder do movimento no estado.

Anúncios
Painel Político, é um blog de notícias de Rondônia, com informações sobre política regional, nacional, economia, jurídico e variedades. Siga-nos nas redes sociais, visite-nos diariamente e fique sempre bem informado.

Participe do debate. Deixe seu comentário