“Meu coração está explodindo de felicidade”, diz Cigano após vitória

A vitória sobre Stipe Miocic em Phoenix, nos EUA, representou muito para Junior Cigano. O peso-pesado brasileiro voltou a lutar após 14 meses parado – por conta de lesão – e bateu o americano por decisão unânime dos jurados. Na coletiva de imprensa pós-evento, Cigano fez questão de elogiar o adversário e se disse realizado. Tudo com muito bom humor, apesar do rosto bastante machucado:
– Eu estava esperando uma luta dura, porque ele é um cara aguerrido, que vai para dentro porque acredita muito nas mãos dele, assim como eu, e hoje ele tentou me botar bastante para baixo, para pressionar um pouco. Ele teve uma boa performance, conectou bons golpes, mas eu estou muito feliz. A minha cara não está tão feliz assim (risos), está um pouco machucada de novo, mas o meu coração está explodindo de felicidade, porque após um ano muito duro consegui voltar a ganhar.
A decisão (48 a 47, 49 a 46 e 49 a 46) gerou alguma controvérsia nas redes sociais, pois teve gente que deu a vitória para Miocic. Alheio a isso, Cigano tem certeza de que venceu:
– Eu acho que fiz o que precisava para vencer. O segundo round foi o mais difícil para mim, tanto que fui derrotado nele, mas nos outros eu fui melhor. Foi uma luta muito parelha. Miocic é um atleta excelente, e fiz o que pude fazer hoje. Estive um pouco fora do “timing” da luta, mas acho que vou melhorar daqui para frente. No geral eu fui bem e tenho dentro de mim o sentimento de nunca desistir. Acredito sempre que é possível lutar e vencer, não importa o que aconteça. É difícil de entender algumas vezes, mas sei que tenho muito coração e jamais vou me dar por vencido.
Cigano, que fez sua primeira luta desde que passou a treinar na Nova União, confessou ter sentido nervosismo antes do duelo contra Miocic, mas acredita que isso faz parte:
– Estou tentando melhorar em todas as áreas, e foi ótimo para mim ir treinar na Nova União com o Dedé Pederneiras e contar com o apoio deles. Não me senti confortável na luta, porque meu rival era muito duro. Eu estava um pouco nervoso antes da luta, o que não é mais muito comum para mim, mas acho que isso aconteceu pelo tempo que eu fiquei fora, mas vou melhorar muito daqui para frente.
Questionado sobre uma nova disputa de cinturão no futuro breve, o ex-campeão da divisão desconversou e preferiu enaltecer a difícil vitória que conquistou em Phoenix:
– Não estou pensando no título agora. mas o que o UFC me pedir para fazer, eu farei. Acho que essa luta mostrou coisas boas de nós dois. Dei o meu melhor e venci.

Fonte: COMBATE

Anúncios
Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Participe do debate. Deixe seu comentário