[su_frame align=”right”] [/su_frame]Uma psicóloga foi acusada de ter esquartejado seu marido e espalhado as partes do corpo por diversos pontos da Cidade do México. Ela teria usado o celular da vítima para despistar a polícia e os familiares. As informações são do Daily Mail.

Segundo a publicação, Maria Alejandra Lafuente Caso, 40 anos, alegou que apanhava frequentemente do marido, o mexicano Allan Carrera Cuellar, 41 anos.

De acordo com as investigações, ela teria drogado Cuellar dentro de casa e desmembrado seu corpo com uma motosserra. Os restos mortais da vítima foram espalhados pela cidade em sacos plásticos pretos.

Para despistar a família, Maria teria inventado que o marido estava em uma viagem de negócios. Com o celular dele, a acusada enviou mensagens de texto confirmando sua versão da história.

No entanto, quando crianças brincavam em um parque local, encontraram o saco com a cabeça da vítima. Mais tarde, braços e pernas foram localizados em outros pontos da cidade.

Maria foi presa e será julgada por assassinato nos próximos meses, na Cidade do México. Embora seu advogado defenda que ela tinha problemas psicológicos, essa informação não foi confirmada pelo juíz local.

Terra

Alan Alex

Alan Alex

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *