“Monumento dos Pioneiros”, que ficava no Trevo do Roque está jogado no mato

[su_frame align=”right”] [/su_frame]O Ministério Público de Rondônia, por meio da promotora de justiça Luciana Nicolau Almeida, vai investigar denúncia de que obras de arte que compõem o acervo do Governo do Estado estão abandonadas, se deteriorando em meio ao mato e a chuva no chão do Departamento de Recursos Logísticos (DRL), localizado na BR-364, próximo ao Trevo do Roque. Segundo a denúncia, as obras de arte, de valor inestimável para a cultura estadual, foram abandonadas no local.

Ainda conforme a denúncia, o painel “Monumento dos Pioneiros”, patrimônio histórico tombado pelo Estado, uma obra artística inestimável feita pela arquiteta Helvia Lúcia Reis de Fraga e Silva, encontra-se no chão do departamento governamental, acumulando mato, danificado e esquecido. No mesmo local encontra-se a inestimável peça artística monumental de Júlio Carvalho, “Urucumacuã”.

As informações sobre este atentado ao patrimônio cultural do Estado foram recebidas por meio da Ouvidoria do MP. Tão logo soube da denúncia, a promotora Luciana Nicolau de Almeida iniciou o processo de investigações.

Ex-prefeito disse que “tudo estava guardado”

O ex-prefeito de Porto Velho Roberto Sobrinho, quando questionado há alguns anos sobre o monumento e outras obras que ficavam nos trevos do Roque e da Eletronorte, retirados por conta das obras dos viadutos, afirmou que estava tudo guardado e preservado, mas também disse exatamente onde as peças estavam. Outra obra que desapareceu por completo foi o relógio dos 500 anos de descobrimento do Brasil, doado pela Rede Globo a Porto Velho. Ele já não funcionava por falta de uma peça, mas na gestão petista, simplesmente desapareceu.

monumentopio

monumentopio2

monumentopio3

Anúncios
Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Participe do debate. Deixe seu comentário