Morre em Goiânia jovem baleado por agente da PF de Rondônia

Pedro Henrique Reis da Silva, segurança de um cantor sertanejo, que havia sido baleado pelo policial federal Angelo Aragão, de Rondônia dentro de uma boate no Setor Marista, em Goiânia, na noite da última segunda-feira (21/10), morreu no início da tarde de quarta-feira (30/10).

Pedro Henrique estava internado no Hugo (Hospital de Urgências de Goiânia).

Em seu perfil no Instagram, o cantor lamentou a morte do amigo: “Vai pra onde vc tem que ir negão @paxnegao. Mas por favor, não deixe de olhar por mim e por todos nós lá de cima como vc sempre fez. Vc é um guerreiro! A família LL te ama. LUTO”.

O caso

Angelo Aragão, agente da Policia Federal de Rondônia, havia sido efetivado a 10 meses e estava em licença médica em Goiânia quando foi preso em flagrante na noite da última segunda-feira (21/10/13), no setor Marista, bairro nobre da cidade, após se envolver em uma briga em uma boate e disparar quatro tiros que atingiram duas pessoas.

A briga teria começado em um bar que fica localizado no Centro de Goiânia, envolvendo o agente da Polícia Federal Angelo Aragão e um primo, a vítima Pedro Henrique Silva e o amigo Jefferson Mendanha.

Depois do desentendimento no bar, Pedro Henrique e o amigo foram embora do local, mas decidiram encerrar a noite em outro lugar. Eles foram para uma boate no setor Marista, mas foram seguidos pelo policial. A briga recomeçou, o agente sacou a arma e disparou quatro vezes. Dois tiros não acertaram ninguém, mas um atingiu um dos pés do primo do policial e um outro acertou o peito de Pedro Henrique. Jefferson foi atingido por uma coronhada no nariz.

Pedro foi levado para o Hospital de Urgências de Goiânia (HUGO). O advogado da família informou a reportagem da TV Record que o estado de saúde da vítima é grave. Ele já foi submetido a três cirurgias.

O autor foi encaminhado para a 8ª Delegacia Distrital de Goiânia, no setor Pedro Ludovico e já teria sido transferido para a carceragem da PF.

Procurada, a Polícia Federal disse que não vai comentar o ocorrido.

Com informações do DM e Correio Goiano

Anúncios
Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Participe do debate. Deixe seu comentário