O corpo dela foi enterrado no Cemitério Parque da Cantareira, em São Paulo, nesta segunda (1°/5)

Thereza Aparecida, 78 anos, que havia sido agredida por um enfermeiro do Hospital do Servidor Público Municipal (HSPM) no começo de abril, morreu neste domingo (30/4) em São Paulo. O corpo dela foi enterrado no Cemitério Parque da Cantareira nesta segunda (1°/5). A família não informou as causas da morte.

A senhora estava internada no local para se recuperar de uma cirurgia vascular, realizada em 13 de março. A família disse que ela apresentava sinais de melhora. No entanto, três dias depois, ela afirmouter sido agredida durante a madrugada, levando diversos tapas e puxões de cabelo de um funcionário do hospital.

“Ele me xingou de tudo quanto foi nome e foi me batendo, bateu até cansar”, disse a idosa em um vídeo gravado pelos filhos. A filha de Thereza, Hedilaine Aparecida Garcia, afirmou que o funcionário deu “vários puxões de cabelo e tapas na cara”. Segundo a direção do hospital, o responsável pelas agressões, que trabalha no local há 27 anos, continua afastado, a unidade de saúde abriu uma sindicância para apurar o caso.

Fonte: metropoles.com

Painel Político

Painel Político

Painel Político, é um blog de notícias de Rondônia, com informações sobre política regional, nacional, economia, jurídico e variedades. Siga-nos nas redes sociais, visite-nos diariamente e fique sempre bem informado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *