Morre Liliane Bettencourt, herdeira da L’Oréal e mulher mais rica do mundo, aos 94 anos

PARIS, França — A francesa Liliane Bettencourt, herdeira do grupo L’Oréal, morreu nesta quinta-feira, aos 94 anos. Considerada a mulher mais rica do mundo, a empresária herdou o conglomerado de cosméticos em 1957, com o falecimento do pai, Eugene Schueller, fundador da empresa. Liliane era a principal acionista, com 32,99% das ações do grupo.

Em 2017, a empresária foi declarada, pelo segundo ano consecutivo, a mulher mais rica do mundo, de acordo com a revista “Forbes”. No ranking geral, ela era a 14ª pessoa mais rica do planeta, com uma fortuna estimada em US$ 39,5 bilhões, originária da herança e da multinacional de cosméticos. De 2016 para 2017, ela acrescentou US$ 3,4 bilhões ao seu patrimônio.

Liliane em novembro de 1988 – GERARD FOUET / AFP

“Nesse momento doloroso para nós, eu gostaria de reiterar, em nome da nossa família, nosso total comprometimento e lealdade com a L’Oréal, e de renovar minha confiança em seu presidente Jean-Paul Agon e em suas equipes no mundo inteiro”, disse em comunicado Françoise Bettencourt Meyers, única filha da empresária.

Liliane era viúva do político francês André Bettencourt, com quem ela se casou em 1950. Morto em 2007,Bittencourt ocupou vários cargos em diferentes governos na França, trabalhando com presidentes como Charles de Gaulle e Georges Pompidou. Juntos, a empresária e seu marido criaram, em 1987, a Fundação Bettencourt Schueller, dedicada a patrocínio nas áreas de investigação médica e a cultura humanitária.

Fonte: Oglobo.com

 

 

Anúncios
Painel Político, é um blog de notícias de Rondônia, com informações sobre política regional, nacional, economia, jurídico e variedades. Siga-nos nas redes sociais, visite-nos diariamente e fique sempre bem informado.

Participe do debate. Deixe seu comentário