Motorista de camionete da SEDUC diz que péssimas condições da pista causaram capotamento

E a politicagem e jogo de empurra entre o governo do Estado e o governo Federal fez mais uma vítima, infelizmente fatal. A psicóloga Rosilda Shockness faleceu na manhã desta terça-feira na BR 435 após a camionete em que estava, de propriedade da Secretaria de Estado da Educação, capotar por problemas na pista, segundo informou o motorista do veículo, identificado como Josué.

Ele declarou que no local existe restos de asfalto e pedras soltas, o que fez com ele perdesse o controle do veículo na curva.

A BR 435 estava sob a responsabilidade do governo do Estado até agosto do ano passado, quando foi transferida para o DNIT. O problema é que o governo já entregou a rodovia em péssimas condições, conforme relata reportagem do G1 feita à época.

O repórter Jonatas Boni ouviu na ocasião o responsável pela unidade local do DNIT, Ivo Alves Pereira, e foi informado que os trechos sem asfalto deveriam ser arrumados somente a partir de março de 2015, com o fim do período chuvoso na região.

Segundo o DNIT, a empresa vencedora da licitação havia feito um um orçamento em 2012, porém como a capa asfáltica foi retirada pelo DER-RO em 2014 (antes da entrega) seria necessário um novo projeto orçamentário para a execução da obra, o que, pelo visto, não foi feito até hoje.

PAINEL POLÍTICO se solidariza com a família da educadora e insiste na demissão sumária do atual diretor do DER, coronel Lioberto Caetano por não fazer o que deveria, cuidar das estradas de Rondônia. Também sugerimos à família que processo o coronel, o Estado e a União pelo descaso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *