Mototaxista que matou vizinha por causa de cachorro é condenado a 12 anos de prisão em RO

Réu confesso, o mototaxista Ueliton Jesus de Oliveira de Souza, foi condenado por homicídio qualificado a 12 anos de prisão em regime fechado, na terça-feira (27), no 2º Tribunal do Júri da comarca de Porto Velho. Ele é acusado de matar Noêmia Silva Santos, em 15 de fevereiro de 2017, após ela pegar um cachorro do acusado para livrá-lo de maus tratos de seu proprietário. A sessão julgamento teve início às 8h30min.

O ato solidário da vítima para com o animal causou raiva e revolta no réu, que prometeu ir à casa da vítima para matá-la. Diante da promessa, no dia 15 de fevereiro de 2017, no período da noite, o réu foi até à residência de Noêmia, matando-a com vários tiros de pistola ponto 40. Após cometer o delito, fugiu do local do crime em uma moto.

Durante os julgamento, o réu confirmou em depoimento que cometeu o crime. Outras testemunhas afirmaram já haver um desentendimento prévio entre ele e Noêmia, que morava na mesma rua, no Bairro Mariana. Atuaram na defesa os advogados Marcos Vilela e Roberto Harlei e na acusação, o promotor Gerson Martins Maia, que pediu aos jurados a condenação, inclusive na qualificadora, ou seja, motivo torpe, sem recurso de defesa da vítima.

O julgamento do caso terminou no final da tarde. O conselho de sentença decidiu pela condenação do réu. Na dosimetria (cálculo) da pena, o juiz João Gonçalves sentenciou Ueliton a 12 anos de prisão em regime inicialmente fechado.

O processo crime é n. 1002931-29.2017.8.22.0501.

Fonte: rondoniagora

Anúncios
Painel Político, é um blog de notícias de Rondônia, com informações sobre política regional, nacional, economia, jurídico e variedades. Siga-nos nas redes sociais, visite-nos diariamente e fique sempre bem informado.

Participe do debate. Deixe seu comentário