Mulher com deficiência mental denuncia mãe por agressão na Bahia

Vítima tem 36 anos, e leva marcas de pancadas e queimaduras no corpo.
Crime foi registrado em Feira de Santana, a cerca de 100 km de Salvador.

Uma mulher de 36 anos, que tem deficiência mental, denunciou a própria mãe por agressões na cidade de Feira de Santana, cidade a cerca de 100 km de Salvador, na quarta-feira (8). As marcas dos maus tratos aõa visíveis no corpo da vítima. É possível observar cicatrizes de pancadas e queimaduras, e até alguns dentes foram quebrados. O caso foi registrado na 1ª Delegacia da cidade.

Segundo a polícia, a vítima foi à unidade policial na companhia de uma tia e de um irmão. De acordo com a família, a mulher sofreu uma sessão de espancamento na terça-feira (7), e, em seguida, aproveitou um momento de distração da mãe para fugir, e ir até a casa do irmão. Daniel Silva, irmão da vítima, contou que a mãe sempre foi agressiva com os filhos, e se emocionou ao falar da irmã.

“Quando chegou para mim a notícia de que ela tinha esquentado um ovo e botado na boca da menina, e a menina gritando no quintal, eu não aguentei. Eu fiquei doido lá em São Paulo, só que eu estava desempregado, não dava para vir antes”, contou emocionado Daniel.

Maria do Carmo Silva, irmã da mulher que costuma cometer as agressões, e tia da vítima, também falou sobre o crime. “Ela apanha muito, a mãe bate muito nela. Ela não escolhe lugar de bater, ela dá supapo, bate de pau”, contou.

A vítima passou por exames de corpo de delito na quarta-feira (8), e a mãe será intimada para prestar depoimento. Em contato com o G1 nesta quinta-feira (9), a polícia não passou informações sobre a mulher que é suspeita de cometer as agressões.

Fonte: g1.com

Anúncios
Painel Político, é um blog de notícias de Rondônia, com informações sobre política regional, nacional, economia, jurídico e variedades. Siga-nos nas redes sociais, visite-nos diariamente e fique sempre bem informado.

Participe do debate. Deixe seu comentário