Mulher é chamada de “macaca” em padaria de Porto Velho

Crime teria ocorrido na panificadora onde trabalham, na capital. Vítima alegou que foi acusada de esconder a bicicleta do agressor

Uma mulher, de 27 anos, foi insultada e agredida por um colega de trabalho, de 34 anos, na noite de sexta-feira (8), em uma panificadora no bairro Tiradentes, Zona Leste de Porto Velho. Segundo o boletim de ocorrência, a vítima levou socos e foi chamada de “macaca”, após ser acusada de esconder a bicicileta do suspeito.

[su_frame align=”right”] [/su_frame]A mulher relatou à Polícia Militar que já vinha sofrendo ações de desrespeito pelo agressor e que ao sair do trabalho foi abordada pelo homem, que perguntou onde estava a bicicleta dele. Ela afirmou ter tentado ajudá-lo a procurar e ao passar ao lado do suspeito, ele a empurrou e começou a dar tapas e socos no rosto e seio.

Após cair no chão, ela alega ter tentado se levantar, quando levou uma mordida nas costas e em seguida foi chamada de “macaca” e “nega nojenta”. A vítima só conseguiu se soltar do homem quando funcionários chegaram e o tiraram de cima dela.

Uma viatura da Polícia Militar que realizava patrulhamento foi chamada pela vítima. Os policiais militares ouviram o relato da mulher e foram até a casa do homem que foi preso e encaminhado para a Central de Polícia de Porto Velho.

As informações são do G1 Rondônia

Anúncios
Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Participe do debate. Deixe seu comentário