Mulher é presa após vender a virgindade das 12 filhas

Uma mulher foi presa em Bogotá (Colômbia) após vender a virgindade das suas 12 filhas. Com o “negócio”, Margarita de Jesus Zapata Moreno, de 45 anos, ganhou o equivalente a R$ 3.300.

A venda foi descoberta pela polícia depois que uma das filhas de Margarita fez a denúncia. A jovem, de 16 anos, está grávida. A adolescente ficou furiosa após a mãe ordenar que ela abortasse.

Tito Cornelio Daza, de 51 anos, que seria o pai do bebê, também foi detido, de acordo com a emissora Univision.

“Dói bastante que uma mãe tenha feito isso”, disse Carlos Melendez, chefe de polícia local.

Pelo acordo de venda, a virgindade fica “disponível” ao comprador quando as filhas de Margarita atingem 12 anos. A colombiana pode ser condenada a até 25 anos de prisão.

A guarda das filhas de Margarita foram entregues a assistentes sociais.

Anúncios
Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Participe do debate. Deixe seu comentário