Mulher é presa na Inglaterra por suspeita de matar 8 bebês

Investigação é complexa e envolve um total de 17 mortes e outros casos de colapsos não-fatais de recém-nascidos, segundo a polícia de Cheshire

Uma profissional da área da saúde foi presa por suspeita de assassinato de oito bebês e tentativa de matar outros seis no Hospital do Condado de Chester, no noroeste da Inglaterra, informou nesta terça-feira (3) a polícia de Cheshire.

A prisão deu-se ao final de uma investigação sobre as circunstâncias de morte de 17 bebês na unidade neonatal do hospital público de Chester. Os casos envolvem famílias de Cheshire e do norte de Gales.

A polícia fora alertada pelo hospital em maio de 2017 sobre as mortes, ocorridas entre junho de 2015 e junho de 2016.

Como resultado dos primeiros depoimentos, o detetive Paul Hughes identificou terem ocorrido 15 “colapsos não-fatais” de bebês, além das 17 mortes. Hughes declarou hoje (3) que a “complexa” investigação continua em andamento e que sua equipe vai  “fazer todo o possível” para estabelecer, “em detalhes”, o que levou às mortes e colapsos dos bebês.

O delegado explicou que, dada a natureza do caso, foram consultados “vários especialistas” para extrair “toda a informação” possível. A prisão da suspeita foi “um passo significativo” para a investigação, segundo Hughes. A identidade da mulher está sob sigilo.

“Não estabelecemos prazos, mas estamos comprometidos a chegar a conclusões nesta exaustiva investigação assim que for possível”, disse Hughes, que assegurou que as famílias dos menores estão a par de todos os avanços.

(Com EFE)

Fonte: veja

Anúncios
Painel Político, é um blog de notícias de Rondônia, com informações sobre política regional, nacional, economia, jurídico e variedades. Siga-nos nas redes sociais, visite-nos diariamente e fique sempre bem informado.

Participe do debate. Deixe seu comentário