Músicos se mobilizam contra desmonte da Banda Sinfônica de SP

Nesta quarta (14), os músicos informaram que foram notificados pela OS sobre a extinção da banda

Músicos da Banda Sinfônica do Estado de São Paulo estão se mobilizando contra um possível desmonte do grupo, caso haja novo corte no orçamento repassado ao Instituto Pensarte, organização social gestora que administra também a Orquestra Jazz Sinfônica e a Orquestra do Theatro São Pedro.

Nesta quarta (14), os músicos informaram que foram notificados pela OS sobre a extinção da banda. O anúncio foi feito através da página SOS Banda Sinfônica e de um abaixo-assinado que pede a aprovação de uma emenda parlamentar que garanta o orçamento dedicado à manutenção dos grupos.

“Fomos notificados pela OS de que a Banda Sinfônica, nesse novo aditamento do contrato, não terá atividades na capital de São Paulo até abril, a banda continuará existindo, mas no papel, e os músicos serão demitidos”, disse o maestro Marcos Sadao Shirakawa à reportagem. “Vamos cumprir alguns concertos no interior, mas com músicos contratados esporadicamente e com uma programação bem reduzida”, completou.

A reportagem apurou que a Secretaria do Estado da Cultura negocia com o Instituto Pensarte recursos na casa de R$ 22 milhões para 2017 -R$ 6 milhões a menos do que neste ano. Os músicos informaram que, para 2017, está estimado um deficit de R$ 8 milhões no orçamento, o que implicaria em nova redução no corpo musical da banda com o fechamento de 60 postos -um enxugamento de 46% da formação original e de 30% da formação atual.

De acordo com o texto do abaixo-assinado, a banda e as orquestras sofreram cortes de 20% da verba desde 2015. A redução teria implicado na demissão de ao menos 17 músicos da Banda Sinfônica do Estado, 5 músicos da Jazz Sinfônica, que também teria tido outras 12 vagas fechadas, além de profissionais das equipes de apoio.

Procurados pela reportagem, a secretaria e o Instituto Pensarte negaram terem feito qualquer notificação sobre demissões ou extinção do grupo e afirmaram que aguardam a definição do Orçamento de 2017 pela Assembleia Legislativa para tratar do assunto.

No início do mês, o Sindicato dos Músicos do Estado de São Paulo já havia realizado um concerto-manifestação em frente ao prédio da Secretaria da Cultura, contra possíveis cortes nos repasses do Estado, em 2017, ao Instituto Pensarte.

Fonte: noticiasaominuto

Anúncios
Painel Político, é um blog de notícias de Rondônia, com informações sobre política regional, nacional, economia, jurídico e variedades. Siga-nos nas redes sociais, visite-nos diariamente e fique sempre bem informado.

Participe do debate. Deixe seu comentário