Na Venezuela, o dinheiro já não vale 1 centavo

Quem disser que, na Venezuela, o dinheiro já não vale 1 centavo, não estará apelando gratuitamente a uma mera figura de linguagem. Nesta terça-feira, 1 dólar é negociado por 906,25 bolívares no mercado paralelo, segundo informações do Dolar Today, site que acompanha a cotação do câmbio negro no país. Visto de outra forma, 1 bolívar vale hoje 0,001 dólar.

O bolívar já perdeu mais de 90% de seu valor em 2015, e o fato de uma unidade da divisa ser equivalente hoje a 1 milésimo de dólar adiciona uma nova marca negativa à combalida economia venezuelana. O país já é o campeão mundial de inflação e um dos três países com a maior retração econômica do planeta.

Segundo as projeções da edição mais recente – de outubro – do World Economic Outlook, publicado trimestralmente pelo Fundo Monetário Internacional (FMI) com análises e projeções para a economia mundial, a Venezuela deve encerrar 2015 com inflação de 190%, o que faz desse o único caso de inflação de três dígitos na atualidade. Ucrânia e Sudão do Sul estão em distantes segundo e terceiro lugares, respectivamente, com inflação prevista de 45,8% e 25%. Para 2016, a alta dos preços na Venezuela deve ser ainda mais forte, segundo o FMI. A inflação prevista é de 210%.

O produto interno bruto (PIB) do país deve encolher 10% neste ano e 6% em 2016, segundo o Fundo. No ano que vem, nenhum outro país do mundo deve ter tombo mais forte. Em 2015, a Venezuela só deve ter retração menor que Iêmen (-28,1%) e Serra Leoa (-23,9%); há um virtual empate com Guiné Equatorial, com queda prevista de 10,2%. Registre-se: O Iêmen está em guerra civil entre as forças regulares e rebeldes xiitas e Serra Leoa, por sua vez, após uma década de guerra civil, foi assolada por uma epidemia de ebola, da qual foi declarada livre apenas em novembro.

A Venezuela é sustentada, em grande parte, pelas exportações do petróleo. Com o tombo recente dos preços da commodity, os venezuelanos foram diretamente atingidos. Sem dinheiro, o governo não consegue importar sequer produtos básicos, como trigo ou papel higiênico. A escassez alimenta enormes filas nos supermercados de clientes que esperam pela chegada de produtos.

No último domingo, a oposição venceu as eleições parlamentares, o que reacendeu a expectativa de uma guinada econômica (além de política) no país. O resultado de domingo foi a maior derrota eleitoral do grupo hoje encabeçado pelo presidente Nicolás Maduro, que sucedeu a seu mentor, Hugo Chávez, morto em 2013.

 

Veja

Anúncios
Painel Político, principal fonte de informações políticas de Rondônia. Com noticiário completo sobre economia, variedades e cultura.

1 thought on “Na Venezuela, o dinheiro já não vale 1 centavo

  1. E eu achava que jamis um dia veria uma notícia dessa num século desse. Tristeza infinita !
    #painelpolitico

Participe do debate. Deixe seu comentário

%d blogueiros gostam disto: